superar limites

8 Passos Para Reconhecer E Superar Limites Pessoais E Profissionais

Muitas pessoas tremem ao ouvir a palavra “limite”. É como se em si já fosse um gatilho para todas aquelas memórias ruins de momentos de fracasso e vergonha. Contudo, antes de respirar ofegante e já cair na tentação da auto sabotagem, saiba que os limites são peças essenciais para o jogo do viver. Assim, aprender a superar limites, um de cada vez, é parte da vida.

Eles existem para nos mostrar o longo caminho que ainda temos para percorrer. E que não há problema algum nisso. Sobre eles, é como se costuma dizer: aproveite a viagem!

Tomemos o exemplo de uma pessoa que quer iniciar uma rotina de atividade físicas. É claro que ela não terá de imediato a performance de um atleta. E não há nada de errado nisso. É o acúmulo de exercícios ao longo dos meses que vai indicar para o corpo que ele precisa se tornar mais forte. Que precisa superar limites.

Do mesmo jeito acontece com a mente. Se seu sonho é ascender profissionalmente, por exemplo, mais vale utilizar pessoas bem-sucedidas na sua área como inspiração do que fazer uma comparação que fará você se sentir mal.

Por isso que é importante reconhecer os próprios limites. Eles não são inflexíveis. Na verdade, podem ser vistos como metas que, com planejamento, serão cumpridas.

Então, antes de entender os 8 passos para reconhecer e superar seus limites pessoais e profissionais, já tenha em mente que, se existe alguém que conseguiu alcançar o que você quer realizar, é possível de ser feito. E o que está separando você de seu objetivo é duas palavras: “tempo” e “dedicação”.

Leia também 8 Dicas Para Vencer O Medo E Realizar Seus Projetos

 

1 – TRAÇAR METAS

Um dos primeiros passos para encontrar seus desafios e superá-los e saber o que você deseja, qual seu próximo passo?

É bom entender que a meta em si é um limite, já que é algo que você não possui, é um ponto que vai lhe exigir energia para chegar. Assim, pegue lápis e caneta e escreva tudo que você quer fazer. Se for na vida pessoal, pode ser sobre habilidades a serem desenvolvidas, viagens, línguas a serem aprendidas etc.

Caso queira ascender profissionalmente, anote onde gostaria de trabalhar, qual o salário que gostaria de receber, em qual ambiente, qual a jornada e o mais importante: o porquê de escolher esse caminho.

É importante que você consiga ter clareza sobre suas metas e entender o que te move em direção a elas. Como diz Augusto Cury, “Os nossos maiores problemas não estão nos obstáculos no caminho, mas na escolha da direção errada”.

 

2 – ESCREVER SOBRE SI MESMO

O autoconhecimento é uma ótima ferramenta para reconhecer e superar limites. E você está fazendo isso o tempo todo.

Ter clareza de seus pontos fortes e aqueles a serem melhorados vai lhe ajudar a ter mais foco na hora de tomar decisões.

A dica então é fazer uma lista do que te deixa mais insatisfeito sobre si mesmo e o porquê, na sequência faça uma outra lista com todas as coisas que você consegue fazer e que te dão orgulho.

A primeira servirá para você não esquecer que ainda não está pronto, que precisa continuar caminhando. A segunda mostra que temos conquistas relevantes que precisam ser lembradas.

Ter apoio profissional também ajuda muito. Algo que sempre faço em meus atendimentos é fazer a pessoa ter clareza interna de quem é e do que quer realizar. Pois só com essa clareza é possível criar motivação para realizar.

 

3 – MONITORAR OS MOMENTOS DE PROCRASTINAÇÃO

O medo também pode ser nocivo se usado da maneira errada. Como instinto natural, ele nos auxilia a evitar momentos que causariam danos, sejam emocionais, físicos, psicológicos etc.

Contudo, às vezes possuímos medos sem fundamentos que se expressam sem que percebamos. Um deles é pensar que não temos a competência para realizar uma ação.

Entretanto, não temos clareza disso, expressamos esse pensamento por meio da procrastinação, evitando fazer uma tarefa importante. Muitas vezes por medo de não conseguir executá-la.

Então, preste atenção no momento de lidar com algo que está em sua responsabilidade. Perceba se você encontra tarefas mais “interessantes” ou se apenas deixa as horas passar.

Nesses momentos, é possível sintetizar duas coisas: se você de fato não está preparado para a tarefa, o caminho é se qualificar para ela. Isso inclui pedir a ajuda de alguém com mais experiência. Agora, caso seja um medo sem base real, apenas inicie a tarefa. Muitas vezes a motivação vem depois do início da execução.

 

4 – PERCEBER O PRÓPRIO CORPO

O corpo se comunica conosco de diferentes maneiras. Suar frio, aumentar os batimentos, sensação de desconforto, todos esses são sinais que podem ser notados em frente a limites.

E ninguém melhor do que você mesmo para se conhecer. Tente ver como seu corpo costuma estar no cotidiano e os sinais que ele emite em situações desafiadoras.

Um bom exercício é realizar respirações profundas, se concentrando no diafragma, oxigenar melhor o corpo pode trazer relaxamento e foco.

É por isso que uma das técnicas que uso em meus atendimentos é a Bioflow, que é uma técnica de respiração consciente ideal para reduzir a ansiedade e aumentar a percepção sobre o que acontece no seu corpo.

 

5 – IDENTIFICAR CRENÇAS LIMITANTES

As “ruminações” ou crenças limitantes podem ser um dos principais sinais que você está diante de um limite. E, para superá-lo, você precisará primeiramente entender a causa delas para conseguir silenciá-las.

Pensamentos como “eu não consigo”, “não foi feito para mim”, “está fora de meu alcance”, são exemplo dessas crenças.

Um começo para entender as próprias crenças é “dissecá-las”, buscar quais são as razões que as sustentam. E nesses momentos é interessante ter aquelas pessoas de sucesso como inspiração. Ou olhar sua lista de habilidades e ver que você não pode acreditar nessas repetições negativas.

Seus pensamentos fazem parte de você, mas você não é só eles. E um ser humano com muito potencial. Entender isso faz parte do processo de superar seus medos.

 

6 – FICAR EM SILÊNCIO

O número de pessoas que procura fazer o retiro do tipo Vipassana tem aumentado com o tempo. E isso não é à toa.

Nesse tipo de experiência a pessoa fica em torno de 10 dias sem pronunciar nenhuma palavra, apenas atento a si mesmo e meditando.

Sim, é possível aprender com o silêncio. É nele que damos um tempo para sintetizar ideias. Ou podemos permitir que nosso lado mais autêntico venha à tona.

Então, o silêncio pode ser um aliado para superar limites, mas não é só com o retiro Vipassana que conseguimos proporcionar-nos momentos como esse. Uma caminhada, sentar-se no quarto em silêncio ou no próprio banho, pode ajudar nesse processo.

 

7 – TER ACOMPANHAMENTO COM PROFISSIONAL

Não se assuste se parecer que superar limites é algo difícil de ser feito. Há profissionais qualificados que podem ajudar a tornar essa caminhada mais leve.

Procurar a ajuda de psicólogos, coachs e outros profissionais que trabalhem com a melhora de rendimento e autodescoberta é uma boa estratégia. E pode ser feita de maneira concomitante as anteriores.

Uma pessoa qualificada pode dinamizar o processo e fazer com que você se sinta mais à vontade no meio de sua jornada. Então a sétimo passo é: tenha um alguém qualificado que ajude, ele pode inclusive ser seu mentor.

 

8 – PROGRAMAÇÃO NEUROLINGUÍSTICA SISTÊMICA

Não podemos esquecer que é a linguagem que media a maior parte de nossa interação com o mundo e com nós mesmos. É ela que nos ajuda a planejar e a acessar memórias.

Muitas vezes os nossos limites são estabelecidos a partir de uma comunicação que não foi ou que não está sendo feita de maneira adequada. Tanto com os outros quanto nos nossos diálogos internos. Quando, por exemplo, temos as crenças limitantes e a auto sabotagem.

Por isso que a Programação Neurolinguística Sistêmica, ou PNL Sistêmica, é uma boa solução para a superação de limites. Com ela você aprende a mapear seus problemas de comportamento, linguagem e padrões que não cooperam com a produtividade. E, a partir disso, potencializar suas habilidades e utilizar seu cérebro de uma maneira que faça você ter crescimento pessoal e profissional.

Nesse contexto, a PNL Sistêmica oferece as melhores ferramentas para reconhecer e superar limites pessoas e profissionais. Então solicite meu contato ou fale comigo pelo WhatsApp para saber mais sobre minhas formações e atendimentos.

Leave a reply